Exército Brasileiro disponibiliza geoinformação do vazio cartográfico da região sul do país

09/10/2017 12:48

Com a finalidade de eliminar o vazio cartográfico da escala 1:50.000, existente na porção central do Estado de Santa Catarina (SC), foi iniciado, em 2016, o projeto de mapeamento topográfico conduzido pelo 1º Centro de Geoinformação (1º CGEO), antiga 1ª Divisão de Levantamento, com a finalidade de produzir 168 (cento e sessenta e oito) cartas topográficas na escala 1:25.000 correspondentes à mesma área. O 1º CGEO é uma Organização Militar Diretamente Subordinada à Diretoria de Serviço Geográfico (DSG), sediado na cidade de Porto Alegre-RS, que tem por Área de Suprimento Cartográfico a região sul do país.

Tal projeto foi possível devido à aquisição e cessão de dados geoespaciais de alta resolução por parte do Governo de Santa Catarina, permitindo com que o 1º CGEO realizasse a produção das cartas topográficas do mapeamento sistemático em escala maior.

No ano de 2016 foram concluídas as etapas de aquisição dos dados geoespaciais em gabinete e de coleta e confirmação de informações no terreno (reambulação) das 168 cartas na escala 1:25.000. No ano de 2017, o 1º CGEO vem realizando o trabalho, em gabinete, para complementação de dados geoespaciais de algumas feições cartográficas, para posterior estruturação e validação dos dados vetoriais, de acordo com a modelagem prevista na Especificação Técnica para Estruturação de Dados Geoespaciais Vetoriais (ET-EDGV), além da geração de área contínua e edição das cartas topográficas.

11111111 300x164 Exército Brasileiro disponibiliza geoinformação do vazio cartográfico da região sul do país

Figura 1 – Áreas Mapeadas (em verde) do Vazio Cartográfico na escala 1:50.000 do Estado de Santa Catarina.

Os produtos estão sendo disponibilizados para visualização e download no Banco de Dados Geográficos do Exército (BDGEx), no seguinte endereço na rede mundial de computadores:http://www.geoportal.eb.mil.br/mediador/.

Até o presente momento, já foram carregadas 26 cartas topográficas na escala 1:25.000, onde, dentre os produtos carregados, encontram-se os referentes às cidades de Lages, Monte Castelo, Papanduva, Major Vieira, Bela Vista do Toldo, Canoinhas e Irienópolis, conforme apresentado na Figura 1.

À medida que sejam finalizados, os produtos geoespaciais serão continuamente carregados no BDGEx, onde a conclusão dos trabalhos está prevista para ocorrer no final de 2017. Este é mais um projeto de mapeamento topográfico que integra o permanente esforço do Exército Brasileiro, por intermédio da DSG, de construção de uma base de dados geoespaciais atualizada que amplie o conhecimento do território nacional em prol da Sociedade.

Fonte: DSG

—————

Voltar